O Canal de notícias da Webmotors

Últimas Notícia

Volks revela o I.D. Vizzion, elétrico sem volante

Sedã é o quarto e mais avançado integrante da família de carros a bateria da marca alemã e tem até holograma na cabine

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Volks revela o I.D. Vizzion, elétrico sem volante
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Volkswagen apresentou no Salão de Genebra (Suíça) o quarto integrante da família I.D., que designa os veículos 100% elétricos da marca alemã. O I.D. Vizzion é o mais avançado dos quatro conceitos mostrados até agora, trazendo carroceria sedã e tecnologia de condução autônoma de nível 5, o mais alto e sofisticado.

Por conta disso, o Vizzion é o primeiro I.D. até agora a dispensar volante e pedais - de acordo com a Volks, ele roda exclusivamente de forma autônoma, sem qualquer intervenção de um motorista humano.

O I.D. Vizzion é um sedã que traz linhas limpas e fluidas, com portas abertas no sentido oposto, ausência e coluna central, piso plano e rodas bem próximas das extremidades, para maior espaço interno possível. Os motores compactos (um em cada eixo) e as baterias posicionadas sob o assoalho contribuem decisivamente para o maior conforto a bordo.

Na cabine, nada de painel de instrumentos nem tela multimídia convencional. Informações são projetadas por holograma na altura do console central, onde um botão giratório tem a função de selecionar diversas funções. Outros dados também são exibidos no para-brisa com tecnologia de realidade aumentada, mesclando informações com a visão que se tem da via.

Para completar, o carro também é operado via comandos de voz e por gestos, com uma assistente pessoal eletrônica como interface, a exemplo da Siri nos dispositivos Apple e da Alexa, da Amazon. Segundo a fabricante, essa assistente é capaz de aprender com os hábitos e preferências dos ocupantes, adaptando-se às suas necessidades e fazendo sugestões de rotas e destinos, dentre outras opções.

A família de elétricos é formada também pelo hatch I.D., cuja versão de produção será revelada no fim de 2019, com lançamento para 2020, pelo SUV-cupê I.D. Cross, que deve chegar no ano seguinte às ruas, e pela minivan I.D. Buzz, com lançamento confirmado para 2022.

A Volks tem planos audaciosos para os elétricos e já anunciou que até 2025 vai colocar no mercado 50 veículos 100% elétricos, além de modelos híbridos plug-in, com um investimento de mais de 10 bilhões de euros (cerca de R$ 40,25 bilhões) até essa data. Até 2030, a montadora pretente produzir apenas elétricos e híbridos. Essa eletrificação contempla versões elétricas ou híbridas de modelos já existentes - a Volkswagen, por exemplo, lançará este ano no Brasil o Golf GTE, híbrido plug-in, e o e-Golf, totalmente movido a baterias.

No caso do Vizzion, ele traz dois motores elétricos para render potência combinada de 305 cv, com tração integral. As grandes baterias de 111 kWh proporcionam, de acordo com a fabricante, uma autonomia de aproximadamente 400 km, equanto o carregamento pode ser feito por cabo convencional ou via indução, sem contato direto, como em smartphones mais recentes.

Quanto ao desempenho, a VW afirma que o sedã é capaz de sair da imobilidade e alcançar os 100 km/h em 6,2 segundos, com velocidade máxima limitada eletronicamente a 180 km/h.

Comentários