O Canal de notícias da Webmotors

Últimas Notícia

Volkswagen apresenta novo Passat

Volkswagen Passat passa por pequena atualização visual, mas ganha em tecnologia e será revelado no Salão de Genebra

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Volkswagen apresenta novo Passat
Motoring
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Um modelo GTE híbrido plug-in, com até 70 km de autonomia só no motor elétrico, será a principal novidade do renovados Volkswagen Passat, quando chegar ao mercado após o Salão de Genebra, em março. O Passat será lançado na Europa simultaneamente nas carrocerias sedã, perua e Alltrack. Não há informações sobre a chegada do renovado sedã ao Brasil.

icon photo
Legenda: Volkswagen Passat 2020 mudou pouco por fora
Crédito: Divulgação

Embora tenha mudanças visuais modestas, a Volkswagen trabalhou sob os painéis do Passat B8 Series II para mantê-lo no topo da árvore de sedãs de tamanho médio da Europa.

Atinge novo patamar de tecnologia, filtros de partículas em toda a gama de motores a gasolina e diesel, melhores sistemas de assistência ao condutor – estamos falando de sistemas semiautônomos – e uma versão menos intrusiva do sistema multimédia Touareg's Innovision.

VÍDEO RELACIORNADO

 

O Passat Europeu chegará com quatro opções de motores diesel e três a gasolina, câmbio automatizado de dupla embreagem ou manual, tração dianteira ou integral, e o principal: com uma configuração híbrida plug-in.

O mais recente Passat foi extensivamente retrabalhado para dar a ele 53 km de alcance somente com o motor elétrico trabalhando na escala WLTP (mais realista) ou 70 km sob o otimizado sistema NEDC. Há também um novo sistema de gerenciamento de bateria, o que facilita o gerenciamento do alcance elétrico em viagens mais longas.

 Volkswagen Passat agora tem tecnologias semiautônomas de condução
Legenda: Volkswagen Passat agora tem tecnologias semiautônomas de condução
Crédito: Divulgação

O sistema combina uma versão de 149 cv do motor 1.4 TSI turbo de quatro cilindros a gasolina do Grupo Volkswagen com um motor elétrico de 115 cv, fornecendo 214 cv de potência total do sistema. A Volkswagen não está divulgando números de torque nem pedidos de aceleração para o GTE.

A bateria de íons de lítio que fica abaixo do assento traseiro do GTE saltou 31% da capacidade de 9,9 kWh para 13 kWh. Somando-se às suas credenciais ambientais, o GTE sempre inicia em seu modo elétrico se houver carga suficiente na bateria.

Pode ser carregado através do seu carregador de bateria de 3.6 kW ou, se você tiver cerca de seis horas e 15 minutos de sobra, através de uma rede elétrica convencional. O tempo de carregamento cai para quatro horas no carregador de 3,6 kW ou em uma caixa de parede, e seu carregamento pode ser configurado no aplicativo de smartphone do carro (junto com a temperatura interna – ar-condicionado).

icon photo
Legenda: Volkswagen Passat GTE
Crédito: Divulgação

Se você quiser ser ambientalmente horrível e não se importar com a economia de combustível, ele também pode ser carregado através do motor a gasolina 1.4 TSI.

Ele usa apenas uma transmissão – câmbio de dupla embreagem de seis velocidades desenvolvida dentro do Grupo Volkswagen para trabalho eletrificado.

Seus comportamentos mudam do modo elétrico padrão para a direção esportiva através do modo GTE (onde ambos os motores trabalham no máximo) e um modo híbrido que se pensa uma utilização mais racional dos dois motores.

icon photo
Legenda: Volkswagen Passat Variant
Crédito: Divulgação

MOTORIZAÇÕES

Os três motores a gasolina europeus (pelo menos) começam com o motor de alta tecnologia na parte inferior da escala de capacidade, com o motor turbo TSI de 1.5 litro e quatro cilindros fornecendo 147 cv de potência. Há também versões de 190 cv e 272 cv da unidade turbo de quatro cilindros 2.0 TSI.

A qualidade da pilotagem deve ser melhorada por amortecedores controlados eletronicamente, cujas unidades de três tubos podem endurecer e suavizar o percurso alterando os amplificadores que alimentam as válvulas. É tão preciso que pode alterar a amperagem a cada milissegundo.

 Volkswagen Passat Variant
Legenda: Volkswagen Passat Variant
Crédito: Divulgação

A Volkswagen também deu aos motoristas um controle deslizante que pode aparecer na tela de informação e entretenimento para ter a suavidade abaixo da configuração padrão antiga e a esportividade acima do máximo anterior.

Em outra palestra técnica, deu um salto em rumo à direção semiautônoma, tornando-se o primeiro Volkswagen a usar um volante capacitivo, detectando cada toque do motorista e proporcionando uma superfície interativa.

Ele também retirou todos os seus sistemas de assistência ao motorista sob o guarda-chuva IQ.Drive, com o novo recurso sendo a adição de direção autônoma em situações em que ele tem que usar a frenagem de emergência autônoma, permitindo que o Passat evite problemas, parando completamente.

O novo Passat também usa o controle de cruzeiro ativo com previsão, conectando dados do GPS e do satélite para que o carro saiba sempre o quão rápido pode e deve ir. O sedã também adota a opção do LED Matrix, que estreou no Touareg, com 44 LEDs, enquanto o conjunto de iluminação é apoiado por um slider na tela para 30 cores de iluminação ambiente na cabine. Há outro salto adiante com uma chave digital, que agora abre o carro inteiro e o motor, não apenas a área de bagagem.

 Volkswagen Passat Alltrack
Legenda: Volkswagen Passat Alltrack
Crédito: Divulgação
Comentários