O Canal de notícias da Webmotors

Últimas Notícia

Direção e chuva forte não combinam; atenção!

Reduzir a velocidade, ligar os faróis e aumentar a distância para outros veículos são dicas para dirigir na chuva forte

  1. Home
  2. Graxa
  3. Direção e chuva forte não combinam; atenção!
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Chegou o verão e, com ele, vem a temporada de chuvas fortes, os chamados temporais. Com os termômetros nas alturas, as enxurradas e tempestades, com alta precipitação concentrada em poucos minutos, aumenta o risco para motoristas e, especialmente, condutores de motocicletas. Com a pista molhada, diminui a aderência dos pneus e cresce a chance de você perder o controle do veículo e se envolver em um acidente.

De acordo com o Detran-SP (Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo), a primeira orientação é esperar a chuva passar antes de começar a dirigir. Se isso não for possível ou se você tiver sido surpreendido pela chuva enquanto estiver rodando, são duas as dicas de ouro: reduzir a velocidade e ampliar a distância de segurança em relação ao veículo que está à sua frente.

Outra orientação básica: mantenha os pneus em bom estado de conservação, garantindo que não estejam carecas. Para saber se está na hora de trocá-los, observe a saliência transversal à banda de rodagem, situada no sulco e chamada de TWI (thread wear indicator ou indicador de desgaste). Se a banda estiver no nível dessa saliência, o pneu já está desgastado e tem de ser substituído. Pneu em más condições elevam o risco de aquaplanagem, quando a banda de rodagem passa por uma camada de água e perde contato com o solo, fazendo o automóvel deslizar sem controle.

 Dicas para dirigir na chuva
Legenda: Dicas para dirigir na chuva
Crédito: Dicas de Direção de Moto na Chuva

Além disso, o Detran-SP recomenda rodar com os faróis acesos, na luz baixa, mesmo durante o dia. Como a luminosidade cai em dias chuvosos, por conta das nuvens, os faróis acesos ajudam não só a enxergar a via e os demais veículos, como também contribui para que os outros condutores o vejam. Vale destacar que farol baixo é obrigatório em túneis e rodovias, mesmo de dia.

Nunca use farol alto embaixo de chuva e sob neblina, pois nessas condições ele acaba ofuscando os condutores que vêm no sentido contrário – com neblina, a luz alta também reflete na névoa e prejudica também a sua própria visibilidade.

O departamento de trânsito também orienta a nunca usar o pisca-alerta com o veículo em movimento, mesmo em baixa velocidade, pois o motorista de trás pode pensar que seu automóvel está parado, frear bruscamente e causar um acidente. Por lei, o pisca-alerta deve ser utilizado apenas com o carro parado. Vale acioná-lo se o trânsito parar bruscamente – alguns veículos ativam o equipamento automaticamente em frenagens repentinas e fortes.

icon photo
Legenda: Dicas De Direção De Moto Na Chuva
Crédito: Dicas de Direção de Moto na Chuva

AQUAPLANAGEM

Se o veículo aquaplanar, não de desespere. O Detran-SP orienta a tirar o pé do acelerador e não pisar no freio enquanto o veículo está deslizando. O órgão recomenda também não mexer no volante até que os pneus voltem a ter contato com o solo e você possa reassumir o comando da direção.

MOTOCICLISTAS

Se estiver chovendo muito, o ideal é aguardar em um local seguro até a tempestade diminuir. Se tiver de encarar o aguaceiro, então utilize o equipamento correto, como capa de chuva, botas, luvas e capacete fechado com viseira – ou aberto com óculos de proteção.

Comentários